Almanaque umdoistres

Dezembro 2013

Todas as publicações em  Almanaque umdoistres são de textos e imagens que circulam diariamente entre as milhares de Caixas de Entrada de grupos que compartilham e-mails entre si. O endereço umdoistres@umdoistres.com.br, desde 2003 faz parte de incontáveis Catálogos de Endereço no Brasil e exterior. Nada publicado aqui é de autoria de nossa equipe - salvo quando assinado.

              Dezembro 2013    Novembro 2013   Outubro 2013  Setembro 2013   Agosto 2013  Julho 2013   Junho 2013   Maio 2013   Abril 2013    Março 2013      Fevereiro 2013   Janeiro 2013

  Almanaque 2012  Almanaque 2011   Almanaque 2010   Almanaque 2009   Almanaque 2008  

Ave Maria em diferentes vozes. Simplesmente maravilhoso!
avemariadiferentesvozes.htm

Músicas Italianas. A maior coletânia da internet. Simplesmente fantástico!
http://italiasempre.com/verpor/mp32.htm 

Fantástico! Uma enciclopédia virtual sem igual. 5.000 Anos de História.
http://www.brturbo.com.br/cultura/especiais/retrospectiva/

Limão Congelado

Finalmente uma notícia positiva em 2013! Verdadeiramente interessante! Uma amiga minha da Universidade de Kirche tem um tumor no pulmão e na anca. A irmã dela, que é enfermeira, enviou-lhe um e-mail sobre o limão. Ela passou a beber limonada já desde há algum tempo, e os seus tumores ficaram menores. O seu oncologista disse-lhe para continuar. Penso que esta espantosa descoberta é muito proveitosa para a nossa saúde. Tudo o que nós precisamos, é... de um LIMÃO CONGELADO. Muitos profissionais da restauração, já utilizam o limão inteiro, nada é deitado fora. Como podemos usar o limão inteiro sem nada desperdiçar? Simples... coloque um limão bem lavado no congelador do frigorífico. Quando este estiver congelado, utilize o ralador de cozinha e rale o limão inteiro (sem necessidade de descascá-lo), e polvilhe os seus alimentos com este preparado. Polvilhe as suas bebidas, gelados, sopas, cereais, massas, molhos, arroz, sushi, peixe, whisky... a lista é interminável. Todos os alimentos terão inesperadamente um sabor maravilhoso, algo que talvez não tenha conhecido antes. Provavelmente, até agora, você achava que só o sumo do limão tinha Vitamina C. O limão completo introduz um novo sabor na comida. As cascas do limão que até agora eram deitadas fora, contêm cinco a dez vezes mais vitaminas do que o sumo. Mas, a partir de agora, ao polvilhar o limão congelado (ralado) em cima dos seus alimentos, pode obter ainda mais saúde. As cascas do limão são saudáveis na medida em que destroem os elementos tóxicos do corpo. Congele um limão bem lavado e rale-o todos os dias por cima das suas refeições e bebidas. Esta é a chave mágica para tornar os seus alimentos mais saborosos e você será mais saudável e viverá mais tempo. Este é o segredo do limão que agora acaba de ser revelado. É melhor conhecê-lo tarde do que nunca. Os benefícios surpreendentes do limão: O limão (citros) é um fruto milagroso para matar as células cancerígenas. É 10 000 vezes mais forte do que a quimioterapia. Porque é que não sabíamos nada disto? Porque existem laboratórios interessados em fazer uma versão sintética, que lhes dará enormes lucros. Você pode ajudar um amigo ao informá-lo que o sumo de limão é vantajoso no tratamento do cancro. O seu sabor é agradável e não provoca os efeitos secundários da quimioterapia. Quantas pessoas morrem, enquanto este segredo é mantido para não pôr em perigo os interesses milionários da indústria farmacêutica? Como sabemos, o limoeiro é conhecido pela sua variedade de limões e limas. Você pode comer as frutas de diferentes maneiras: a polpa, o sumo, preparação de bebidas, sorvetes, bolos, etc... Apesar de um leque variado de benefícios do consumo do limão, o mais interessante é o efeito que produz sobre os quistos e tumores. O limão é uma solução comprovada para todas as variantes do cancro. Ele é considerado também um espectro antimicrobiano contra infecções bacterianas e fungos. É eficaz contra parasitas internos e vermes, regula a pressão sanguínea quando é muito alta, é um antidepressivo e combate o stress e os distúrbios nervosos. Uma informação de um dos maiores fabricantes de medicamentos do mundo, diz que após mais de 20 testes desde 1970, os resultados revelaram que destrói as células malignas de 12 tipos de cancro, incluindo o do cólon, da mama, da próstata, pulmão e pâncreas... Os constituintes deste fruto são 10.000 vezes melhores do que o produto Adriamycin, um medicamento utilizado no mundo inteiro como quimioterapêutico para reduzir a velocidade do crescimento das células cancerígenas. E o mais surpreendente é: este tipo de terapia com o extrato do limão, apenas destrói células cancerígenas malignas e não afeta as células saudáveis. Então, lave um limão, congele-o e rale a totalidade da fruta sobre os seus alimentos, gelados e bebidas O seu corpo agradecerá. DIVULGUE ESTA INFORMAÇÃO PARA BENEFÍCIO DE TODOS!

ÉPOCA DA DITADURA
Militar é incompetente demais!!!

Militares, nunca mais! Ainda bem que hoje tudo é diferente, temos um PT sério, honesto e progressista. Cresce o grupo que não quer mais ver militares no poder, pelas razões abaixo. Militar no poder, nunca mais. Só fizeram lambanças. Tiraram o cenário bucólico que havia na Via Dutra de uma só pista, que foi duplicada e recebeu melhorias; acabaram aí com as emoções das curvas mal construídas e os solavancos estimulantes provocados pelos buracos na pista. Não satisfeitos, fizeram o mesmo com a rodovia Rio-Juiz de Fora. Com a construção da ponte Rio-Niterói, acabaram com o sonho de crescimento da pequena Magé, cidade nos fundos da Baía de Guanabara, que era caminho obrigatório dos que iam de um lado ao outro e não queriam sofrer na espera da barcaça que levava meia dúzia de carros. Criaram esse maldito do Proálcool, com o medo infundado de que o petróleo vai acabar um dia. Para apressar logo o fim do chamado "ouro negro", deram um impulso gigantesco à Petrobras, que passou a extrair petróleo 10 vezes mais (de 75 mil barris diários, passou a produzir 750 mil); sem contar o fedor de bêbado que os carros passaram a ter com o uso do álcool. Enfiaram o Brasil numa disputa estressante, levando-o da posição de 45ª economia do mundo para a posição de 8ª, trazendo com isso uma nociva onda de inveja mundial. Tiraram o sossego da vida ociosa de 13 milhões de brasileiros, que, com a gigantesca oferta de emprego, ficaram sem a desculpa do "estou desempregado". Em 1971, no governo militar, o Brasil alcançou a posição de segundo maior construtor de navios no mundo. Uma desgraça completa. Com gigantesca oferta de empregos, baixaram consideravelmente os índices de roubos e assaltos. Sem aquela emoção de estar na iminência de sofrer um assalto, os nossos passeios perderem completamente a graça. Alteraram profundamente a topografia do território brasileiro com a construção de hidrelétricas gigantescas (Tucuruí, Ilha Solteira, Jupiá e Itaipu), o que obrigou as nossas crianças a aprenderem sobre essas bobagens de nomes esquisitos. O Brasil, que antes vivia o romantismo do jantar à luz de velas ou de lamparinas, teve que tolerar a instalação de milhares de torres de alta tensão espalhadas pelo seu território, para levar energia elétrica a quem nunca precisou disso. Implementaram os metrôs de São Paulo, Rio, Belo Horizonte, Recife e Fortaleza, deixando tudo pronto para atazanar a vida dos cidadãos e o trânsito nestas cidades. Esses militares baniram do Brasil pessoas bem intencionadas, que queriam implantar aqui um regime político que fazia a felicidade dos russos, cubanos e chineses, em cujos países as pessoas se reuniam em fila nas ruas apenas para bater-papo, e ninguém pensava em sair a passeio para nenhum outro país. Foram demasiadamente rigorosos com os simpatizantes daqueles regimes, só porque soltaram uma "bombinha de São João" no aeroporto de Guararapes, onde alguns inocentes morreram de susto apenas. Os militares são muito estressados. Fazem tempestade em copo d'água só por causa de alguns assaltos a bancos, sequestros de diplomatas... ninharias que qualquer delegado de polícia resolve. Tiraram-nos o interesse pela Política, vez que os deputados e senadores daquela época não nos brindavam com esses deliciosos escândalos que fazem a alegria da gente hoje. Os de hoje é que são bons e honestos. Cadê os Impostos de hoje, isto eles não fizeram! Para piorar a coisa, ainda criaram o MOBRAL, que ensinou milhões a ler e escrever, aumentando mais ainda o poder desses empregados contra os seus patrões. Nem o homem do campo escapou, porque criaram para ele o FUNRURAL, tirando do pobre coitado a doce preocupação que ele tinha com o seu futuro. Era tão bom imaginar-se velhinho, pedindo esmolas para sobreviver. Outras desgraças criadas pelos militares: Trouxeram a TV a cores para as nossas casas, pelas mãos e burrice de um Oficial do Exército, formado pelo Instituto Militar de Engenharia, que inventou o sistema PAL-M. Criaram ainda a EMBRATEL; TELEBRÁS; ANGRA I e II; INPS, IAPAS, DATAPREV, LBA, FUNABEMe FGTS. Tudo isso e muito mais os militares fizeram em 22 anos de governo. Pensa!! Depois que entregaram o governo aos civis, estes, nos vinte anos seguintes, não fizeram nem 10% dos estragos que os militares fizeram. Graças a Deus! Ainda bem que os militares não continuaram no poder!! Tem muito mais coisas horrorosas que eles, os militares, criaram, mas o que está escrito acima é o bastante para dizermos: "Militar no poder, nunca mais!!!", exceto os domesticados. Ainda bem que hoje estão assumindo o poder pessoas compromissadas com os interesses do Povo. Militares jamais! Os políticos de hoje pensam apenas em ajudar as pessoas e foram injustamente prejudicadas quando enfrentavam os militares com armas às escondidas com bandeiras de socialismo. Os países socialistas são exemplos a todos.
ALÉM DISSO, NENHUM DESSES MILITARES CONSEGUIU FICAR RICO. ÊTA INCOMPETÊNCIA!!!


Millôr Fernandes.

Imagens da Russia antiga

O fotografo do Kzar - Sergei Mikhailovich Prokudin-Gorskii (1863-1944)

É alucinante a qualidade na fotografía a cores conseguida há um século.

As fotografias que se mostram a seguir não foram coloridas agora. São originais. Foram realizadas pelo fotógrafo Sergei Mikhailovich Prokudin-Gorskii com a melhor câmara da época.

Sergei Mikháilovich Prokudin-Gorskii (1863-1944) dedicou a sua carreira ao avanço da fotografia.

Estudou com renomados cientistas em São Petersburgo, Berlim e Paris onde se formou como químico, desenvolvendo as técnicas para as primeiras fotografias a cores.

Dos seus resultados surgiram as primeiras patentes de películas positivas a cores.

Prokudin-Gorskii utilizou os seus estudos em química para desenvolver um sistema fotográfico no qual se realizavam três tomas num suporte de vidro, tomas monocromáticas em sequência muito rápida, cada uma através de um filtro de cor diferente (vermelho, azul e verde).

O procedimento consistia em placas de vidro de 3 x 9 polegadas tomadas através de uma câmara com um chassis triplo, que efetuava três exposições sobre a mesma placa em rápida sucessão. Cada uma destas exposições fazia-se através de três filtros (azul, verde e vermelho).

Os negativos branco e negro assim obtidos eram positivados e depois estes positivos transparentes projetavam-se diante do público com um projetor triplo que contava com os mesmos filtros de cor em cada uma das suas lentes. As três placas que tinham decomposto a imagem cromaticamente, voltavam a compô-la ao coincidir as três projeções sobre uma pantalha branca (ecran) e assim era possível reconstruir a imagem com as cores originais. No entanto, Prokudin-Gorskii não dispunha do mecanismo para realizar impressões das fotos assim obtidas.

Em 1905, Prokudin-Gorskii concebeu o grande projeto de documentar, com fotografias a cores, a enorme diversidade da história, cultura e avanços técnicos do grande Império Russo, como material para ser utilizado nas escolas do império.

Para o seu projeto, o Czar Nicolau II pôs à sua disposição um vagão de comboio equipado com uma câmara escura e todo o material fotográfico necessário. Igualmente obteve todos as permissões para visitar áreas de aceso restrito e contar com o apoio da burocracia do império.

Assim equipado, Prokudin-Gorskii percorreu o império entre 1909 e 1915, documentando-o com imagens e dando a conhecer a magnitude das suas terras, suas paisagens e suas gentes. A alta qualidade das imagens, combinada com as cores brilhantes, tornam difícil para os espectadores crer que se trata de fotografias de 100 anos atrás no tempo, e que quando foram tiradas, nem a revolução russa nem a Primeira Guerra Mundial tinham começado.

                                                 
Os temas mais frequentes entre as 2.607 imagens são as gentes, a arquitetura religiosa, os lugares históricos, a indústria e a agricultura, a construção de obras públicas, as cenas ao longo das rotas de transporte de água e do caminho de ferro, e vistas de aldeias e cidades.

Aqui se recolhem algumas das centenas de imagens a cores que a Biblioteca do Congresso de Washington digitalizou no ano 2010. Já que foi esta instituição que em 1948 adquiriu as placas de cristal originais aos herdeiros do fotógrafo.

Em 1918, Prokudin-Gorskii abandonou a Rússia depois de interar-se da morte do Czar e da sua família. Dirigiu-se primeiro á Noruega e Inglaterra instalando-se a seguir em Paris onde morreu em 1944.

Sergei Mikhailovich Prokudin-Gorskii (1863-1944)

O fotógrafo del Czar

Coleção de fotografias a cores tiradas entre 1909 e 1915 no final do Império Russo

Autorretrato no rio Karolitskhali próximo do Mar Negro, em 1910.

Prokudin-Gorskii acampando na margem do rio Chusovaia. 1912.

Arquitetura

O Mosteiro de São Nil na ilha de Stolobnyi no lago Seliger, província de Tver. 1910

Igreja da Assunção. Belozersk, 1909.

O mosteiro dos santos Boris-Gleb em Torzhok. 1910

A mesquita de Shakh-i Zindeh em Samarkand. 1911

As cúpulas e minaretes da Madrassa Shir-Dar em Samarkand. 1911.

Uma cegonha (cena em Bukhara) de 1911

Vista do Kremlim de Rostov vista da torre campanário da igreja de Todos os Santos. Rostov. 1911

O mosteiro da Trindade na cidade de Tyumen. 1912.

A Catedral da Natividade de Deus no Mosteiro Ipatevskii em Kostroma. 1910.

A Catedral da Assunção em Vladimir. 1912

A igreja Dimitrievskii em Vladimir. 1912

A igreja da Ressurreição em Kostroma no norte da Rússia Europeia. 1910.

A catedral da Natividade da Virgem em Suzdal. 1912

A Catedral de Dvinsk, Daugavpils em 1912

Suzdal vista do rio Kamenka, 1912.

A aldeia de Kolchedan. 1912.

Vista geral da catedral Nikolaevskii em Mozhaisk. 1911

O mosteiro de Solovetskii. 1915

Vista de Tobolsk, do campanário da igreja da Transfiguração. 1912

Vista do palácio de Likani do rio Kura em Borjomi, Geórgia.

Vista de Tiflis, Geórgia. Em 1910

Diversidade étnica

Camponesas russas diante de uma casa de madeira tradicional, na área rural do rio Sheksna, próximo da pequena cidade de Kirillov. 1909

Mulher armênia numa colina próximo de Artvin (hoje Turquia), em 1910.

O emir Seyyid Mir Mohammed Alim Khan, Emir de Bukhara, (atualmente Uzbekistan), em 1910.

Isfandiyar Jurji Bahadur, Khan do protetorado russo de Khorezm (Khiva, agora uma parte do moderno Uzbekistão), em1910

Um grupo de crianças judaicas com o seu mestro em Samarkand, (no moderno Uzbekistão), em 1910.

Família de nômades kirguises na estepe Golodnaia no atual Uzbekistão e Kazaquistão, em 1910.

Perfil de uma mulher uzbeke. Em 1907-15

Prisioneiros muçulmanos num Zindan com um guarda. Em 1907-15

Plantação de chá em Chakva. O capataz chinês Dzhen-Dzhau, em 1907-15.