O BAU

Por Valdir Fachini*

E lá estava ele, jogado e esquecido num canto do terreno baldio, entre lixo e mato, talvez lamentando seus dias de glória. Tempos atras, ele foi útil, na traseira de uma motocicleta ele era levado de um lado a outro, transportando tudo que era possível.
Porem naquele momento, já não servia pra mais nada, por isso estava ali, jogado e esquecido.
Mas não, um dia uma bela jovem, passando por ali, o viu e descobriu uma utilidade pra ele.
Aquele velho e judiado bau, se transformou numa jardineira, com os dizeres ...Salão da Cris
Por algum tempo ele esteve decorando a entrada daquele comercio.
Num domingo, não se sabe mês, o ano ou a hora, Adriano passou por ali e também gostou do bau, é claro que já não estava jogado e nem esquecido.
Na caçamba da caminhonete, ele fez uma longa viagem, pra outra cidade , outro estado.
O antigo letreiro não foi apagado, mas ficou olhando pra parede, do outro lado nasceu outra escrita, Salão do Adriano.
Durante mais um bom tempo ele ficou ali decorando a entrada desse outro estabelecimento.
Numa bonita tarde de verão, aquele bonito moço recebeu a visita de uma bonita moça.
Ela não queria os serviços dele, só desejava saber onde ele tinha conseguido aquela floreira.
Orgulhoso da sua façanha, não se perturbou em contar o acontecido em detalhes.
Então ela perguntou se no pingo do i da palavra Cris tinha uma florzinha desenhada.
Não precisou mais palavras pra ele descobrir que todo mal-feito um dia será descoberto, que não existe crime perfeito, mas coincidências existem.
E a coincidência levou ela até ali pra questionar a procedência daquele vaso.
Sem achar respostas e quase de joelhos, ele fez a promessa de devolve-lo o mais rápido possível.
Porem ela disse que não precisava, já estava enjoada dele e ele tinha ficado bonito onde estava agora.
Mas Adriano ia ter que pagar pela traquinagem e o pagamento seria um sorvete de morango na sorveteria da esquina e ele pagou. FIM.
Ah. eu já estava esquecendo, o salão de beleza Adriano e Cris tá indo bem ,graças a Deus
.

*valdirfachini53@gmail.com