Anda esquecido? 5 alimentos para turbinar a memória

 

Você já foi até a geladeira e ficou parado ali um tempão sem lembrar o que ia pegar? Ou esqueceu onde guardou a chave de casa e falou: “estou com a memória péssima”? Essas situações podem ser sinais de que o cérebro precisa ser estimulado.

Para a memória funcionar bem, os neurotransmissores desempenham um papel muito importante, especialmente a acetilcolina e dopamina, que agem nas lembranças do cérebro e emoções. E se engana quem pensa que a alimentação e a memória não andam juntas. Investir em alimentos que são ricos em colina, nutriente responsável pela produção da acetilcolina, e nos antioxidantes, é fundamental para turbinar os neurônios.
Abaixo, uma mostra o que colocar no prato para melhorar a memória. A lista foi elaborada com ajuda dos profissionais Maria Del Rosário, nutróloga e diretora da Abran (Associação Brasileira de Nutrologia); Roberto Navarro, clínico geral e nutrólogo; e Fabio Porto, neurologista do Instituto de psiquiatria do Hospital das Clínicas.

 

Coloque no prato


Abacate
Fonte de gorduras boas, ele é rico em vitamina E, magnésio, folato e glutationa, que são nutrientes essenciais para os neurotransmissores. O magnésio facilita a transmissão do impulso nervoso no cérebro.


Brócolis e espinafre
Os vegetais verde-escuros são ótimos para ajudar na memória e protegem o neurônio da oxidação. Além disso, são ricos em magnésio, quercetina, betacaroteno, glicosinolato, luteína, sulforano e fibras. O ideal é consumir ½ xícara três vezes por semana.


Peixes gordurosos
Sardinha, salmão, truta ou atum são ricos em gorduras essenciais que o organismo não consegue produzir sozinho, como o ômega 3, que ajuda na integridade do neurônio e facilita a passagem de informação. Também são fontes de vitaminas B6, B12 e B3.


Oleaginosas
Invista nas castanhas e nozes que são fontes de selênio, mineral com alto poder antioxidante e protetor do neurônio. Elas também são ricas em vitamina E, ácido alfalinolênico e ácido elágico que ajudam na saúde do cérebro.


Ovos
Rico em serina, um dos nutrientes responsáveis pela formação da dopamina, o alimento ajuda na atenção. Também é rico em vitamina B12, colina (principalmente na gema) e fosforo.


Bebidas alcoólicas
Em excesso, o líquido “rouba” nutrientes como vitaminas A, B1, B6, B12 e C, zinco magnésio e pode causar desidratação, atrapalhando o funcionamento do cérebro.


Alimentos industrializados
São pobres em nutrientes e não contribuem para o desenvolvimento cerebral. E ainda são ricos em gorduras trans, corantes, aromatizantes e acidulantes.

Fonte: https://vivabem.uol.com.br/noticias/redacao/2018/11/02/falta-de-memoria-veja-x-alimentos-para-turbinar-o-cerebro.htm