Almanaque umdoistres

Maio 2022

Todas as publicações em  Almanaque umdoistres são de textos e imagens que circulam diariamente entre as milhares de Caixas de Entrada de grupos que compartilham e-mails entre si. O endereço umdoistres@umdoistres.com.br, desde 2003 faz parte de incontáveis Catálogos de Endereço no Brasil e exterior. Nada publicado aqui é de autoria de nossa equipe - salvo quando assinado.

Janeiro 2022  Fevereiro 2022  Março 2022  Abril 2022 Maio 2022

    Almanaque 2021 Almanaque 2020  Almanaque 2019  Almanaque 2018    Almanaque 2017  Almanaque 2016  Almanaque 2015  Almanaque 2014   Almanaque 2013  Almanaque 2012  Almanaque 2011   Almanaque 2010   Almanaque 2009   Almanaque 2008  

Confira 12 alimentos que parecem
saudáveis só que não são

Ao comprar um alimento, é sempre importante ler o seu rótulo para verificar a sua composição nutricional.
 

Você que está tentando se alimentar melhor, já se perguntou se os produtos que você compra no supermercado e está consumindo são de fato saudáveis? Se não, é importante começar a se fazer essa pergunta, uma vez que muitos alimentos, embora pareçam ser benéficos para a saúde, estão, na verdade, carregados de conservantes, corante e outros produtos químicos que são prejudiciais ao nosso corpo. Por isso, é bom sempre estar atento e bem informado para não se deixar seduzir por essa promessa do bem tantas vezes feita pela indústria alimentícia. Para te ajudar então a ficar mais antenado, preparamos uma lista com 15 alimentos que parecem saudáveis, só que não são. Confira a seguir.

1. Peito de peru

Durante muitos anos o peito de peru foi um dos alimentos prediletos de quem estava tentando ter uma vida mais saudável. No entanto, hoje, esse alimento é comprovadamente pouco nutritivo e que pode causar malefícios à saúde. Ele é classificado como carne processada e alimento embutido e, por esse motivo, é rico em conservantes, corantes, sódio, diversos aditivos, como nitrito e nitratos, que são substâncias altamente cancerígenas. Inclusive, em 2015, a Organização Mundial da Saúde (OMS) classificou as carnes processadas, como salsicha, bacon, linguiça, presunto e o peito de peru, no grupo 1 de carcinogênicos.

2. Barrinha de cereal

Algumas barrinhas de cereal são, de fato, ricas em fibras e não contêm açúcar ou gorduras saturadas. Mas há outras tantas que possuem conservantes, estabilizantes e gomas, além de grandes quantidades de açúcar e gordura. Vale notar que a presença das fibras nesse alimento não garantida. Algumas marcas não incluem sequer um grama de fibra em suas barrinhas de cereal. Uma dica para não ser enganado é ficar atento às informações nutricionais nos rótulos, que mostram as quantidades de açúcar, gordura e fibras presentes no alimento.

3. Chá pronto

Embora o chá em lata possua substâncias nutritivas como flavonoides e antioxidantes, ele possui uma grande quantidade de açúcar, de conservantes e corante, assim como os refrigerantes. Consumir chás gelado de vez em quando não é problema, mas não é recomendável consumi-lo todos os dias. Além disso, muitos chás em lata possuem cafeína que, quando em excesso, pode causar ansiedade e insônia, além de acelerar o coração.

4. Frutas desidratadas

Outro alimento que parece ser saudável, mas não é, é a fruta desidratada. Isso porque, essas frutas são também cristalizadas, ou seja, recebem açúcar durante o processamento para realçarem o seu sabor. Geralmente, nos rótulos desse alimento o açúcar é informado como xarope de glucose.

5. Chips de legumes

Os chips de legumes como os de batata doce, beterraba, pepino e cenoura são vendidos como opções saudáveis. No entanto, ao olhar o rótulo desse alimento, é possível verificar quantidades de gorduras, açúcares e ainda produtos químicos para manter a cor e aumentar o prazo de validade.

6. Frozen Yogurt

Ao querer consumir frozen yogurt procure por estabelecimentos de confiança, que produzam o alimento com iogurte natural, pois alguns costumam misturar sorvete tradicional com o iogurte para mais dar mais consistência ao alimento.

7. Chocolates diet

Nos chocolates diet não há adição de açúcar, sendo recomendado para quem tem diabetes. No entanto, eles não são apropriados para quem quer perder peso, pois eles contêm quantidade de gordura equivalente ou até maior que um chocolate normal.

8. Leite de soja

O leite de soja não possui os mesmos nutrientes oferecidos pelo leite de vaca ou de cabra, não sendo, por esse motivo, reconhecido por alguns especialistas como leite de fato. Além disso, a soja é um produto conhecido por ser bastante alergênico, motivo pelo qual deve ser cuidado ao ingeri-lo, principalmente as crianças. Uma saída é consumir leite de arroz ou de amêndoas.

9. Sopa em pó

A sopa em pó possui uma grande quantidade de sódio. Para se ter uma ideia, um envelope individual da sopa (versão de caneca), contém entre 500 e 800mg de sódio. Ou seja, pelo menos 25% das necessidades diárias do corpo. Sabe-se que o consumo excessivo de sódio pode aumentar o risco de hipertensão, infarto e derrame. Então o melhor a se fazer é preparar sua própria sopa caseira.

10. Suco de caixinha

O suco de caixinha contém grande quantidade de açúcares, corantes e aromatizantes, o que torna o suco natural a melhor opção para quem ter uma vida mais saudável

11. Massa sem glúten

Os alimentos sem glúten são por vezes considerados mais saudáveis, mas não é bem assim. As massas sem glúten, por exemplo, geralmente contêm mais açúcares, carboidratos refinados e gordura para incrementar o sabor do produto. No entanto, essas substâncias elevam o índice glicêmico, acarretando malefícios principalmente a quem tem diabetes.

12. Isotônicos

Os isotônicos, consumidos principalmente por quem pratica esportes, contêm carboidratos e eletrólitos como sódio e potássio, que ajudam na hidratação do corpo. Ocorre que eles possuem também uma grande quantidade de açúcar, sendo tão ruins quanto os refrigerantes. Assim, a bebida deve ser consumida com moderação e somente por quem pratica exercícios físicos. Detalhe importante: nosso texto não substitui prescrições médicas e nem dietas de nutricionistas. Para saber mais informações específicas, não deixe de marcar uma consulta com algum profissional capacitado da área.

 

Fonte: https://www.tudobahia.com.br/saude/2022/04/18/confira-15-alimentos-que-parecem-saudaveis-so-que-nao-sao/
 

Estes drinques prometem curar a ressaca... com mais álcool



Segundo alguns bebedores, a solução da ressaca está em... beber mais

Para ter ressaca, basta beber. Até os senhores comedidos de plantão, em algum momento da vida, escorregaram na linha tênue do autocontrole e tiveram (ou terão) um dia seguinte para esquecer. Entre bebedores mais afoitos, sobram receitas para amenizar os males do exagero, de milagrosos elixires mais suspeitos que corrente de zap a nauseantes misturas que podem provocar movimentos peristálticos inversos e indesejados. Já os inveterados, ou fanfarrões, se preferir, seguem a máxima do "continuar bebendo" para peitar a ressaca. Ou seja, seus chazinhos para o dia seguinte incluem álcool. Sempre bom lembrar. Melhor mesmo é moderação e seguir os três pilares de segurança ao beber: beber de estômago cheio, beber devagar e beber água continuamente. Além disso, existem alimentos que cumprem a missão muito melhor. Os drinques listados aqui são, quando muito, uma ajudinha. "Diante dos meus mais de 35 anos atuando na área, é o que todos sabemos: não existe fórmula mágica para curar a ressaca, infelizmente. Se houvesse, o descobridor estaria bilionário", brinca Paulo Avelino Jacovos, professor do curso de formação de bartenders da Associação Brasileira de Bartenders (ABB).

Veja agora algumas receitas caso seu estômago, e sua cabeça, permitam mais álcool no dia seguinte.

Prairie Oyster's



Um clássico do gênero é o Prairie Oyster's: ovo cru, molho inglês, Tabasco, sal e pimenta. É uma mistura que intriga as pessoas há mais de um século como a mistura antirressaca por excelência. Tanto que aparece em uma série de obras de ficção. O coquetel está no primeiro "Nasce uma Estrela", de 1937 (o da Lady Gaga é a quarta versão do filme). James Bond, agente que abusa da licença para beber, menciona, em "Chantagem Atômica", ter passado semanas tomando Prairie Oyster's e aspirinas contra suas ressacas engravatadas. O Prairie Oyster's está em livro de George Orwell, em filme de Frank Capra e até em séries recentes da Netflix, como "Boneca Russa". Para quem deseja incrementar a mistura (ou não a achou estranha o suficiente), dá para incluir álcool, como vodca ou brandy. Nesse caso, o Prairie Oyster's é chamado de Amber Moon. Segundo a ciência, não dá para acelerar os efeitos do consumo exagerado de álcool ingerindo mais álcool. Você apenas os camufla, misturados ao novo porre. Mas, como deve estar bebendo menos do que na infindável noite anterior, a ressaca do dia seguinte pode ser menor. Quando tomei um Amber Moon justamente para testar seus efeitos (a trabalho), a experiência foi essa: segui entorpecido, apenas menos bêbado que na véspera. A ressaca chegou depois, quase tão infortunada quanto. Se o álcool em receitas antirressaca não colabora, o ovo pode ajudar. Ele tem cisteína, aminoácido essencial para a produção de glutationa, molécula que quebra o acetaldeído, componente tóxico que se forma no fígado e causa aquela dor de cabeça que impossibilita a compreensão de uma frase como essa, cheia de palavras difíceis. Só tem outro porém, você sabe. Consumir ovos crus aumenta um bocado a chance de intoxicação alimentar causada por salmonela.

Porto Flip



Foi registrado pela primeira vez em 1862 e é considerado um digestivo, mas também cumpre a função de ser antirressaca. Segundo Jacovos, esse é um drinque que pode "acalmar a alma e manter o espírito de comemoração, elevando os níveis de glicose, proteínas e água no organismo". Para dar uma animada, se achar necessário, adicione uma colherinha de açúcar. •Em uma coqueteleira com gelo, adicione 15 ml de brandy, 45 ml de vinho do Porto e uma gema •Agite bem e coe para uma taça de coquetel •Finalize com noz-moscada ralada

Brandy Eggnog



É a velha gemada, mas tem como base um destilado. Tem as mesmas qualidades do Porto Flip, com uma vantagem: pode ser bebido frio no verão ou quente no inverno. "É feito com brandy, mas nos Estados Unidos usam bourbon e fica ótimo, com aquele aroma peculiar de baunilha obtido da queima de barris onde o uísque envelhece", explica Jacovos. •Em uma tigela grande, bata as gemas de 2 ovos com 3 colheres (sopa) de açúcar até ficar cremoso. Reserve as claras •Acrescente 600 ml de leite, 400 ml de creme de leite e 200 ml de conhaque, uísque ou rum. Mexa •Em outra tigela, bata as claras em neve com 1 colher (sopa) de açúcar até formar picos macios •Junte com cuidado as claras com a mistura da outra tigela •Sirva em copos baixos ou xícaras e finalize com noz-moscada ralada. Rende quatro porções

Michelada



Drinque mexicano de origem incerta, é, diferentemente dos anteriores da lista, uma receita 100% verão. Outra vantagem: fácil de fazer, com ingredientes simples e à disposição. Você pode estar com o cérebro derretido que conseguirá montar mesmo naquelas manhãs dos infernos. Mas uma desvantagem: se seu estômago estiver irritadiço, melhor evitar algo com limão, sal e pimenta... •Em um pires, derrame pitadas iguais de sal e pimenta (de preferência caiena) Cubra de sal a borda de um copo longo, previamente gelado •Esfregue limão na borda de um copo alto
•Mergulhe o copo na mistura de sal e pimenta, de modo que ela grude na borda•Adicione o suco do que sobrou do limão, pitadas de molho inglês, Tabasco, pimenta-preta e sal•Complete com cerveja tipo Pilsen até a boca e finalize com uma rodela de limão

Bloody Maria



É a prima mexicana do Bloody Mary, com tequila no lugar da vodca. Embora tenha gente que encare o primo famoso como um drinque-ressaca, Jacovos é daqueles que não recomenda, por ter muito álcool e ser ácido. "Vai destruir seu estômago", alerta. Mas o suco de tomate funciona como um empurrão extra para o fígado, sobrecarregado quando você calça sandálias de jaca. Por isso, o ideal mesmo é o Virgin Bloody Mary, sem álcool. Agora, se você tiver estômago e cabeça para algo novo, abra alas para a Bloody Maria. •Em uma coqueteleira com gelo, adicione: 2 doses de tequila, 4 de suco de tomate, 4 gotas de molho inglês, 2 de Tabasco, 2 de molho de pimenta, sal, pimenta-preta e raiz forte a gosto
•Agite brevemente e coe para um copo alto com gelo •Enfeite com rodela de limão, lança de pepino, rodelas de jalapeño e queijo fresco

Shirley Temple



Quer ficar longe do álcool e ainda assim tomar um clássico? Vá de Shirley Temple, drinque batizado em homenagem à mais famosa atriz mirim da Hollywood dos anos 1930.Feito à base de ginger ale (refrigerante de gengibre) e grenadine (licor não alcoólico geralmente feito de romã). Na falta desses ingredientes, Jacovos recomenda substituir por refrigerante de limão e xarope de groselha, respectivamente. •Encha um copo alto de gelo e ginger ale •Adicione um lance de grenadine•Finalize com uma cereja no topo


 

Fonte: https://www.uol.com.br/nossa/noticias/redacao/2021/04/09/estes-drinques-prometem-curar-a-ressaca-com-mais-alcool.htm  

                         Veja o que rolou nos grupos de WhatsApp