PORTE DE ARMAS AUMENTA CRIMINALIDADE

Por Alcindo Garcia*

Nunca na cidade de São Paulo aconteceram tantos assaltos e crimes à mão armada como atualmente. Jornais, rádio e televisão tem mostrado diariamente essa tragédia que teve início quando o senhor Jair Bolsonaro liberou o porte de armas. Esse presidente, o pior que já tivemos, entendeu errado o mandamento cristão que pede para “amar-vos uns aos outros” e nunca “a armar-vos uns aos outros”. Com isso favoreceu os bandidos que passaram a ter armas mais sofisticadas e de maior calibre para agir. Com essa liberação total passaram a adquirir armas de todos os calibres.
Em São Paulo onde este jornalista fixou residência e engrossou o time de repórteres e jornalistas jamais ouvi de um governador em sua primeira entrevista ameaçar com bala sejam assaltantes ou bandidos. Em alguns bairros estão morrendo gente de balas perdidas dada ao tiroteio entre policia e bandidos sobrando até para adolescentes a caminho da escola. Basta ver o noticiário que em São Paulo já está batendo o recorde de assaltos à mão armada e roubos de ladrões e bandidos que ficaram mais fortemente armados com o porte de armas liberado pela então presidência da República. Só na Capital de São Paulo é preciso se cuidar principalmente à noite desde que o armamento de bandidos ficou mais sofisticados ainda e os roubos de celulares acontecem livremente e polícia nenhuma consegue prender assaltantes que fogem de motos.
Infelizmente depois do ex-governador Dória, milionário que não sai dos seus passeios em Nova York ter feito um péssimo governo em São Paulo, confiscando salários de aposentados e reduzindo até a aposentadoria dos funcionários públicos. Ainda bem que pediu seu afastamento para se candidatar à presidência da República e está em péssimo lugar nas pesquisas, assumindo seu vice Rodrigo Garcia como governador que logo na primeira entrevista em que eu estive presente, fez uma declaração decepcionante: “Bandido que desafiar a polícia LEVA BALA”. É preciso agora ter mais cuidado ainda com balas perdidas nos tiroteios entre polícia e bandidos.

*Alcindo Garcia é Jornalista - e-mail: alcindogarcia@uol.com.br